Institucional

Criança Segura participa da Audiência Pública na Câmara dos Deputados

  • Compartilhar Facebook
  • Compartilhar Twitter
  • Compartilhar Google +
29/10/2019

No dia 10 de outubro, a gerente executiva da Criança Segura, Vania Schoemberner, participou de uma Audiência Pública realizada pela Comissão Especial Destinada a Proferir parecer ao Projeto de Lei 3267/19, que propõe mudanças no Código de Trânsito Brasileiro. A gerente da organização foi convidada ao evento para falar sobre os impactos da proposta que retira a multa para motoristas que transportam crianças sem o uso dos dispositivos de retenção veicular (bebê conforto, cadeirinha e assento de elevação).

Na ocasião, Vania apresentou dados que demonstram a redução dos casos de mortes e internações de crianças e adolescentes por acidentes de trânsito no país, apesar do aumento significativo da frota de carros. Também mostrou algumas pesquisas que expõe que muitos responsáveis por crianças ainda deixam de utilizar os dispositivos de retenção veicular, mesmo sendo a única forma segura de transportar meninas e meninos em veículos. Além disso, lembrou aos presentes que, de acordo com a Constituição Federal e o Estatuto da Criança e do Adolescente, o dever pela garantia à vida e à saúde das crianças não é apenas da família, mas de toda a sociedade e do poder público.

Veja a participação da Criança Segura na Comissão Especial na íntegra.

Desde que o Projeto de Lei 3267/2019 foi apresentado pela Presidência da República, a Criança Segura, em conjunto com diversas organizações da sociedade civil, tem se manifestado contrária à proposta, por considerar que ela irá aumentar – e muito – o número de mortes de crianças e adolescentes em razão de acidentes de trânsito. Para saber mais, acesse o nosso posicionamento sobre o assunto.

Membro de
Patrocinadores Institucionais
Seja nosso parceiro

Seja também nosso parceiro


Desejo receber novidades da Criança Segura e/ou parceiros por e-mail.

Receba nossas notícias!

Cadastre-se para receber a nossa newsletter, ou se preferir baixe o arquivo clicando no botão abaixo.