Dicas
Intoxicação

Como prevenir envenenamento e intoxicação

  • Compartilhar Facebook
  • Compartilhar Twitter
  • Compartilhar Google +

Dados

A intoxicação ou envenenamento é a quinta maior causa de internação por motivos acidentais entre crianças com idade de zero a 14 anos. Segundo o Ministério da Saúde, em 2016, 3.213 meninos e meninas dessa faixa etária foram hospitalizados por esse motivo.

Para ver outros dados sobre acidentes com crianças, clique aqui.

Características

A exploração do espaço é uma atividade importante para o desenvolvimento infantil. Crianças são naturalmente curiosas e colocar objetos na boca ou tentar pegar frascos com líquidos coloridos são comportamentos característicos dessa fase, mas que podem colocar os pequenos em grande risco de envenenamento e intoxicação não intencional.

Crianças podem ser envenenadas por muitos produtos domésticos comuns, como produtos de limpeza, cosméticos, bebidas alcoólicas, plantas, corpos estranhos, brinquedos, pesticidas, produtos de arte, tintas, álcool, medicamentos e vitaminas;

Quando exposta ao veneno, a criança sofre consequências mais sérias do que um adulto, pois possui uma estrutura corporal menor, seu metabolismo é mais rápido e seus órgãos internos são mais vulneráveis a danos quando atacados por toxinas.

Dicas de prevenção

 

Geral

  • Guarde todos os produtos de higiene e limpeza, venenos e medicamentos trancados, em lugar alto e fora do alcance das crianças;
  • Mantenha os produtos tóxicos em suas embalagens originais para não confundir as crianças;
  • Informe-se sobre quais produtos domésticos podem ser tóxicos. Itens comuns, como, por exemplo, enxaguantes bucais, podem ser nocivos se a criança os ingerir em grande quantidade;
  • Sempre preste atenção em onde deixa os produtos tóxicos enquanto os usa e mantenha supervisão constante sobre ele;
  • Dê preferência por produtos cujas embalagens possuam tampas de segurança a prova de abertura por crianças;
  • Quando adquirir um brinquedo ou qualquer outro produto para a criança, certifique-se que ele é atóxico, ou seja, que não contenha componentes tóxicos;
  • As tintas do berço e da parede de sua casa podem conter substâncias tóxicas, como chumbo e monóxido de carbono, que fazem mal à saúde da criança. Por isso, preste atenção à composição das tintas utilizadas em sua residência;
  • Mantenha os números dos telefones de emergência (SAMU: 192; Corpo de Bombeiros: 193) próximos aos aparelhos de telefone de sua casa.

Medicação

  • Jogue fora medicamentos com data de validade vencida e outros venenos potenciais. Procure por produtos de limpeza que você não utiliza mais e desfaça-se deles;
  • Sempre leia os rótulos e bulas e siga corretamente as instruções ao dar remédios às crianças, baseando-se em seu peso e idade. Use apenas o medidor que acompanha as embalagens de medicamentos infantis;
  • Nunca se refira a um medicamento como “doce”. Isso pode levar a criança a pensar que o remédio não é perigoso ou que é agradável de comer. Como as crianças tendem a imitar os adultos, evite tomar medicamentos na frente delas;

Produtos químicos e de limpeza

  • Não misture produtos químicos ou de limpeza. Essa nova mistura pode ser nociva e mais tóxica do que os itens sozinhos;
  • Evite o uso de produtos de limpeza sem qualquer garantia de qualidade e segurança.

Plantas

  • Mantenha plantas caseiras longe do alcance das crianças;
  • Supervisione as crianças se elas estiverem em algum lugar que as plantas não puderem ser removidas;
  • Ensine as crianças que elas não podem comer nada a menos que os pais ou quem estiver cuidando delas dê a elas;

Animais peçonhentos

O que fazer em casos de intoxicação ou envenenamento?

  • Entre em contato imediatamente como Centro de Controle de Envenenamento (CEE) de sua cidade para receber as orientações adequadas;
  • Tenha a embalagem do produto que causou a intoxicação sempre em mãos ao ligar para o CEE ou médico;
  • Nunca use produtos como antídotos sem que esses tenham sido recomendados pelo CCE ou por um médico.
Seja nosso parceiro

Seja também nosso parceiro

Please leave this field empty.

Desejo receber novidades da Criança Segura e/ou parceiros por e-mail.

Receba nossas notícias!

Cadastre-se para receber a nossa newsletter, ou se preferir baixe o arquivo clicando no botão abaixo.