Institucional

Criança Segura promove debate sobre a relação entre as crianças e a cidade

Criança Segura realiza debate sobre criança e a cidade
  • Compartilhar Facebook
  • Compartilhar Twitter
  • Compartilhar Google +
28/11/2018

No dia 27 de novembro, no auditório do Mobilab, a Criança Segura realizou o debate “Criança e cidade: como promover a São Paulo que acolhe as crianças para brincar e se locomover”. O objetivo do evento era promover uma reflexão, sob diferentes perspectivas, a respeito dos desafios do município de São Paulo para se tornar uma cidade cada vez mais amigável, acolhedora e segura para as crianças brincarem e transitarem.

Estiveram presente para debater o tema Carlos Henrique Lopes, coordenador de campanhas da Criança Segura; Hannah Machado, da Bloomberg Initiative for Global Road Safety; Roni Hirsch, do Erê Lab; Carol Padilha, do Carona a Pé; e Mariana Barros, da plataforma Esquina.

“As crianças, assim como os adultos, vivem e transitam na cidade. Porém, os espaços públicos, as ruas e até os meios de transporte coletivos não são pensados para atender as necessidades de meninas e meninos. Para que as crianças possam usufruir plenamente de seus direitos e se tornarem adultos sem nenhum tipo de limitação, é preciso que os setores públicos e privados se unam para promover formas de oferecer aos pequenos pleno acesso à cidade, para que que eles possam brincar e se locomover com segurança. Eventos como esse, que reúnem especialistas em infância e mobilidade, são muito importantes para que possamos construir uma cidade mais amigável para os pequenos e um futuro melhor para todos”, comenta Carlos Henrique Lopes.

O evento foi transmitido via streaming e você pode assisti-lo pelo link: bit.ly/debatecriancaecidade

Membro de
Patrocinadores Institucionais
Seja nosso parceiro

Seja também nosso parceiro


Desejo receber novidades da Criança Segura e/ou parceiros por e-mail.

Receba nossas notícias!

Cadastre-se para receber a nossa newsletter, ou se preferir baixe o arquivo clicando no botão abaixo.