Acidentes

Mortes de crianças e adolescentes por acidentes caem 3,91% em 2016 no país

Novos dados sobre acidentes com crianças
  • Compartilhar Facebook
  • Compartilhar Twitter
  • Compartilhar Google +
29/05/2018

Em um ano, o número de mortes de crianças e adolescentes, de zero a 14 anos, caiu 3,91% no Brasil. De 2015 para 2016, os casos de óbitos por motivos acidentais de meninos e meninas dessa faixa etária no país passaram de 3.885 para 3.733, de acordo com os dados divulgados recentemente pelo Ministério da Saúde e compilados pela Criança Segura.

Desde 2001, ano em que a Criança Segura passou a atuar no Brasil divulgando a cultura de prevenção de acidentes com crianças como forma de salvar vidas, esse indicador teve uma redução de 39,69%.

Ter menos crianças brasileiras morrendo devido a acidentes é sempre uma excelente notícia, que deve ser comemorada. Entretanto, esses últimos dados divulgados acederam um sinal de alerta para a Criança Segura, pois houve diminuição no ritmo de queda da taxa de mortes por acidentes na infância e adolescência no país.

“De 2014 para 2015, observamos uma queda de 10% no número de mortes por causas acidentais de crianças e adolescentes. Para 2016, esse índice apresentou um avanço bem menos considerável. É preciso avaliar as causas dessa desaceleração para garantirmos que os óbitos acidentais não voltem a crescer no país, o que seria um grande retrocesso”, comentou Gabriela Guida de Freitas, coordenadora nacional da Criança Segura.

Aumento dos casos de sufocação é preocupante

Entre os tipos de acidentes que podem acontecer com crianças, a sufocação tem gerado forte preocupação por apresentar aumento constante. De 2015 para 2016, os óbitos por sufocação de crianças e adolescentes de zero a 14 anos tiveram crescimento 2% (passando de 810 casos para 826 nesse período). De 2001 para 2016, o aumento das mortes por esse tipo de acidente entre a população dessa faixa etária foi de 12%.

A sufocação é a principal causa de morte acidental de crianças menores de um ano de idade. Dos 826 óbitos por esse motivo que aconteceram em 2016, 77% dos casos aconteceram com bebês com menos de um ano de vida.

A Criança Segura tem focado seus esforços para divulgar medidas de prevenção desse tipo para toda a população. Recentemente a organização divulgou uma campanha para alertar os responsáveis por crianças sobre o risco de sufocação de bebês durante o sono. Assista os vídeos da campanha “Dormir Seguro”.

Número de mortes por tipo de acidente de crianças e adolescentes de zero a 14 anos:

 

Classificação Tipo de acidente Número de mortes
Trânsito 1292
Afogamento 913
Sufocação 826
Queimadura 209
Queda 183
Intoxicação 74
Outros 236
Total 3733

 

Fonte: Datasus – 2016

 

Número de mortes por acidentes de crianças de zero a 14 anos por faixa etária:

 

Tipo de acidentes Menor 1 ano 1 a 4 anos 5 a 9 anos 10 a 14 anos Total
Trânsito 90 305 352 545 1292
Queda 38 66 42 37 183
Afogamento 21 407 193 292 913
Sufocação 636 108 42 40 826
Queimadura 21 77 44 67 209
Intoxicação 3 43 15 13 74
Outros 25 81 63 67 236
Total 834 1087 751 1061 3733

 

Fonte: Datasus – 2016

Variação do número de mortes por acidentes de crianças de zero a 14 anos de 2001 a 2016:

 

Tipo de acidente 2001 2015 2016 Variação 2015/2016 Variação 2001/2016
Trânsito 2490 1389 1292 -6,98% -48,11%
Queda 315 182 183 0,55% -41,90%
Afogamento 1518 943 913 -3,18% -41,02%
Sufocação 736 810 826 1,98% 12,23%
Queimadura 452 221 209 -5,43% -53,76%
Intoxicação 93 64 74 15,30% -20,43%
Outros 559 276 216 21,74% -61,36%
Total 6190 3885 2813 -3,91% -39,69%

 

Fonte: Datasus – 2001, 2015, 2016

Membro de
Patrocinadores Institucionais
Seja nosso parceiro

Seja também nosso parceiro


Desejo receber novidades da Criança Segura e/ou parceiros por e-mail.

Receba nossas notícias!

Cadastre-se para receber a nossa newsletter, ou se preferir baixe o arquivo clicando no botão abaixo.